quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Como funciona o controlador de velocidade tipo pardal

Existem alguns tipos diferentes de controladores de velocidades utilizados pela fiscalização de transito e eles funcionam de forma diferente. Venho aqui explicar o funcionamento dos controladores tipo pardal.
Os pardais possuem 3 sensores colocados no asfalto, antes ou depois do poste onde está localizada a câmera, para tirar a foto da placa dianteira ou traseira.
No poste além da câmera, também tem o flash e uma caixa a prova de balas em que fica um microcomputador, onde roda um software para tirar e armazenar as fotos.
Existem alguns mitos nos pardais, como por exemplo o flash em que algumas pessoas dizem que ao passar em alta velocidade viram o disparo, como uma máquina fotográfica comum. Mas acontece que esse flash é infra vermelho e o seu disparo nós não conseguimos enxergar.
Outra questão é com relação aos 3 sensores, o primeiro deles detecta a presença do veículo e sempre tira a foto, o segundo e o terceiro que medem a velocidade e então é decidido se a foto será armazenada ou deletada. Os sensores são em forma de indutores, por isso o seu formato quadrado no asfalto. Por ser indutivo, ele mede a variação quando uma massa metálica passa por cima, por isso que motos pequenas não são detectadas pelo pardal.
A demora para aparecer a multa na nossa casa é devido as fotos ficarem gravadas no HD do micro, esperando que os funcionários recolham as fotos indo diretamente ao equipamento. Existem alguns pardais que se localizam perto de postos policiais e que possuem uma antena, nestes casos as fotos são transmitidas sem intervenção humana, somente se o micro travar, o que acontece algumas vezes.
Deixem seus comentários e se não concordam com minhas explicações, fiquem a vontade.